domingo, 17 de abril de 2011

SILêncio

Que o meu silencio fale mais alto, grite, esbraveje, berre até perder a voz. Todas as palavras saídas da minha boca nada dizem, ou se dizem saem sem sentido, e se mesmo assim têm algum sentido de nada adiantam, que o meu silencio impeça minhas lagrimas de escorrerem e minhas mãos de tremerem, que o meu silencio mesmo contido impeça de serem feridos os meus ouvidos sensiveis, porque hoje eu cansei de brigar, de falar, de pestanejar, e de defender na base das minhas salivas tudo que pra mim não é desordem, ou confronto ou o que quer que seja. Hoje por mais que eu necessite de me expressar, de vomitar toda essa ira, de brigar com tudo mais uma vez, simplesmente eu me calei....

E se me calei foi de tristeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário