segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Elias =D

Ele dançava de um jeito engraçado, que me fazia rir. Não, eu não estava sorrindo dele, e sim do jeito único que ele tinha de dançar. Ele me fazia pensar coisas boas, ele dançava como se não se preocupasse com os pensamentos alheios, e na verdade não se preocupava. Acho que isso nele me deixava cada vez mais encantada. Eu sempre me importei com opniões alheias, sempre, até aquela noite... Ate ver aquele menino sorridente de camiseta branca dançando de maneira estranha. Até ver aquele menino se aproximando... Até descobrir que não se importar pode ser um erro, pode ser algo estranho pra mim, já que sempre me importei... Só que naquele momento em que ele se aproximou, eu não quis pensar em mais nada, a não ser olhar para ele e sorrir...
E pelo menos naquele instante, não me importar. Apenas dançar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário