domingo, 6 de novembro de 2011


Passou pela minha cabeça voltar, mas o vento balançou os meus cabelos e mostrou que o caminho é para frente, reto e sem curvas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário