terça-feira, 5 de março de 2013


Eu gosto é de viver.
Eu gosto de um bom filme, de dormir a dois, embora eu esteja só, adoro namorar depois. Gosto de dramas bem elaborados, de sorrisos exagerados, de mentiras mal contadas, de verdades lavadas e de palavras na cara. Planejo conversas que nunca seguem o roteiro, sou julgada pelo que escrevo e culpada pelo que faço.
Busco sinceridades até onde não tem e sigo falando verdades sem calcular a resposta. Admiro uma solidão a dois, uma conversa a três e um amor - próprio. Gosto de silêncios para pensar, mas faço barulho para quebrar a rotina. Adoro uma boa bebida, uma ótima balada e de dançar até varar a madrugada. Uma tarde com as amigas, um pagode na virada, assistir um pôr do sol e ficar à toa na rua. Prefiro a correria do dia a dia do que uma vida parada.
Adivinho coisas sem ninguém me contar e tenho opiniões até o dia em que eu resolver mudar. Crio diálogos construtivos, falo sozinha no banheiro, embora muitas vezes descordar, sempre sigo meu conselho. Não costumo conversar com quem não conheço, mas sou totalmente diferente quando sou sua e nua. Eu gosto do equilíbrio, de me manter de pé, embora às vezes desequilibrada, eu caio, mas sempre me levando e sigo com fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário