quinta-feira, 4 de abril de 2013


Me incomodar com a felicidade dos outros não está na educação que recebi. Ficar feliz pela desgraça de alguém também não me acrescenta em nada. Não perco tempo vasculhando problemas alheios para me senti melhor ou superior ao outro. Prejudicar alguém com palavras não me traz conforto. Tenho uma personalidade inquieta, não gosto de guardar incômodos nem de colecionar rancores. Só não chego a ser boazinha com quem faz o que quer de mim. Não me faço de vítima. Tenho as minhas razões guardadas e palavras na ponta da língua. O meu silêncio é um perigo e meus pensamentos um verdadeiro desiquilíbrio. Sou um pouco desajeitada com as pessoas. O que eu digo só entende quem quer. Não me leve a mal, fazer o mal não vai me levar aonde quero chegar. Me faça um favor: Deixe isso pra lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário