terça-feira, 19 de agosto de 2014



Procuro me relacionar com pessoas maduras. Idade não quer dizer muita coisa, acho que na verdade não diz nada. Já conheci pessoas mais velhas com atitudes totalmente inferiores. Já conheci pessoas mais novas com pensamentos maiores do que os meus. Gosto de estar cercada por pessoas que tem conversas produtivas, com atitudes amenas, que saibam separar as coisas, que se preocupam com os sentimentos de quem anda do seu lado, de quem saibam se explicar, de quem não precisa de recadinhos para desabafar, ofender nem humilhar.
Mas não vou negar minhas crises de infantilidade que são totalmente impulsivas como eu. Se vejo que fiz algo de errado, assumo e se for o caso peço desculpas. Isso se chama humildade. Sim, porque eu sei quem eu sou e não preciso ficar me explicando para quem gosta de me rotular. 
Se eu escrevo é para desabafar. Assim como ninguém é obrigado a me escutar, ninguém também é obrigado a me ler. A gente só procura aquilo que nos interessa, só buscamos informações daquilo que temos curiosidade. E se o que eu faço te incomoda, então procure um especialista para te ajudar a perder o interesse e a curiosidade sobre mim. Porque eu gosto de me expressar em linhas, mas algumas pessoas gostam daquilo que não cabe a elas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário